CFRP recebe visita de Comitiva do projeto Recruit Potential

CFRP recebe visita de Comitiva do projeto Recruit Potential

No âmbito do projeto internacional “Recruit Potential”, o Centro de Formação e Reabilitação Profissional (CFRP), da Cercimarante, recebeu, recentemente, a visita de uma Comitiva que se quis inteirar das atividades que têm vindo a ser desenvolvidas, por este Centro, no que diz respeito à formação e à integração dos formandos no mercado de trabalho. A Comitiva, que foi recebida pelo diretor técnico do CFRP e presidente da Cercimarante, Carlos Pereira, e por alguns técnicos, era constituída por três entidades públicas, sendo estas, Skelleftea Kommun, da Suécia; Daugavpils City Council, da Letónia, e Município de Lousada, de Portugal; mas também pela fundação Stichting Business Development Friesland, da Holanda, e pelo parceiro técnico Canice Consulting Limited, do Reino Unido. Ao longo de uma manhã, a Comitiva ficou a conhecer toda a oferta formativa do CFRP, visitando os cursos e observando, in loco, as atividades desenvolvidas pelos formandos e os trabalhos resultantes, elaborados no âmbito da formação. Ficaram, igualmente, a conhecer a história e objetivos do CFRP. Como destacou o Município de Lousada, que é também parceiro da Cercimarante, o CFRP foi escolhido para a realização desta visita de estudo, “pelo excelente trabalho que tem vindo a desenvolver com este Município”. No final desta visita, os elementos desta Comitiva foram agraciados com pequenas lembranças feitas pelos formandos, e também almoçaram no CFRP. Por sua vez, e através deste Centro, a Cercimarante recebeu, do Município Lousadense, um certificado de cooperação por ter recebido este projeto. “Recruit Potential” Em Portugal, o projeto internacional “Recruit Potential” está, assim, a ser desenvolvido pelo Município de Lousada, juntamente com os parceiros acima referidos, e surge na sequência das dificuldades que os estados-membros enfrentam, nos dias atuais, relativamente a escassez de mão-de-obra, e perspetiva-se que, antes de 2020, outros enfrentem o mesmo desafio. Tal como frisam os parceiros deste projeto, “são necessários esforços que ampliem a oferta de mão-de-obra pois, a sua escassez, poderá colocar os grupos vulneráveis ainda mais longe do trabalho”. Uma forma de enfrentar este desafio, apontam, “é fortalecer uma dimensão inclusiva nas políticas de Recursos Humanos que apoiem a diversidade, a igualdade de género e a não discriminação, no mercado de trabalho”. O projeto destina-se, por isso, a contribuir para a inclusão social, através do desenvolvimento de políticas inclusivas de Recursos Humanos e processos de recrutamento, bem como, o fortalecimento da capacidade a nível de gestão pessoal envolvidos na formulação e implementação dessas atividades. A perspetiva subjacente é abordar o fosso entre a oferta e a procura. Isto significa que, ao apoiar a mudança de atitudes e ao aumentar o conhecimento, o projeto promoverá, segundos os parceiros, “que os processos de recrutamento estejam mais focados no potencial dos candidatos, e não apenas nas suas competências académicas e experiência profissional.

Próximos Eventos

More Events

Facebook