CAFAP quer criar livro infantil sobre maus-tratos na infância
Publicado por: Cercimarante Em: 31 de Julho de 2018

CAFAP quer criar livro infantil sobre maus-tratos na infância

No seguimento da ação de sensibilização intitulada “As mãos servem para proteger”, que se realiza desde 2016, no mês de abril, no pré-escolar do concelho de Amarante, e que é dinamizada pelo Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP), da Cercimarante, deverá ser criado um livro infantil cuja protagonista será “Kika”, uma menina de quatro anos que, com a ajuda da “Mão Mi” e da “Mão Dó”, aprendeu muito sobre a problemática dos maus tratos na infância.
Esta história, que tem já servido de suporte às ações de sensibilização que o CAFAP tem levado a cabo, foi especialmente criada pelas técnicas deste Centro, que diagnosticaram “a escassez de material didático para abordar a temática dos maus tratos infantis, para esta faixa etária”. Uma história que, agora, querem perpetuar em livro, e que irá também contar com a colaboração das muitas crianças do pré-escolar a quem a ação de sensibilização “As mãos servem para proteger” tem chegado. “No final desta ação de sensibilização, convidamos todas as crianças a ilustrarem a história que tinham acabado de ouvir.
Desta forma, serão selecionados por um júri, e com a ajuda de um regulamento, os desenhos que melhor ilustrem a nossa história para, depois, serem utlizados no livro infantil que o CAFAP quer criar, e que já se encontra em projeto”, explicam as técnicas deste Serviço Social, e continuam: “Será motivo de grande orgulho, para este Centro, perceber que, futuramente, o livro da “Kika” poderá ser utilizado por outros Centros ou mesmo pelas escolas, ou em família, enquanto ferramenta didática para sensibilizar os mais pequenos para esta preocupante e delicada questão dos maus-tratos na infância”.
 
“As mãos servem para proteger” chegou a 300 crianças do pré-escolar...
No presente ano de 2018, e ao longo do mês de abril, o CAFAP levou a ação de sensibilização “As mãos servem para proteger” a todas as salas do pré-escolar do Agrupamento de Escolas de Amarante (AEA), com um total de 300 crianças. “Dada a extensão do concelho, e à semelhança dos anos anteriores, foi dirigida a um dos agrupamentos escolares.
Este ano, a escolha recaiu sobre os alunos do pré-escolar do Agrupamento de Escolas de Amarante”, esclarecem. A partir da ação de sensibilização “As mãos servem para proteger”, a equipa do CAFAP deslocou-se às salas dos infantários, onde contou a história “De mãos dadas com a Kika”, de forma a sensibilizar os mais novos para a problemática dos maus tratos.
A recetividade dos mais pequenos e das educadoras de infância, neste terceiro ano, continua a ser “muito positiva”, como partilharam. E porquê fazer esta ação de sensibilização com o pré-escolar? “Cada ano que passa, sentimos reforçada a perceção de que temos mesmo que começar o mais precocemente possível, pois quanto mais cedo se abordar estas questões, maior é a probabilidade de, mais tarde, nem que seja uma pequena lembrança, ficar marcada em cada uma daquelas crianças, que poderão ou não ser pais ou cuidadores de outras crianças, no futuro. Simultaneamente, a sensação que fica é que estas ações são uma gota no oceano, e que o ideal seria conseguirmos desenvolver outras, com outros temas, junto daqueles que um dia farão parte do palco da socialização”, afirmam as técnicas. Este ano, e de forma a conseguirem chegar, igualmente, aos pais, ao ambiente familiar, foi oferecido pelo CAFAP, a cada criança, um marcador de livro alusivo ao tema, “e para que o laço azul os possa acompanhar, daqui em diante”.
 
"Serviço de apoio especializado a famílias com crianças e jovens..."
O CAFAP da Cercimarante, a funcionar deste setembro de 2005, é um serviço de apoio especializado às famílias com crianças e jovens, do concelho de Amarante, vocacionado para a reparação e prevenção de situação de risco psicossociais, mediante o desenvolvimento de competências parentais, pessoais e sociais das famílias. Atualmente, 31 famílias beneficiam do acompanhamento deste Centro, o que, na prática, significa o apoio prestado, num total, a cerca de 150 pessoas.
 

Próximos Eventos

More Events

Facebook