Simulacro interno testou meios de segurança do CFRP

Simulacro interno testou meios de segurança do CFRP

Em conformidade com a legislação em vigor, e de forma a pôr em prática o plano de segurança contra abalos sísmicos ou outras ocorrências, mas, igualmente, de testar a operacionalidade dos recursos e meios existentes perante uma determinada situação de emergência, o Centro de Formação e Reabilitação Profissional (CFRP) da Cercimarante realizou, no passado dia 6 de dezembro, um simulacro interno neste Centro. O exercício consistiu na simulação de um abalo sísmico, registado às 11h10, e que provocou a derrocada de algumas partes do Edifício, resultando cinco feridos, dois dos quais ligeiros e três graves.

Nesta operação, o Conselho de Administração da Cercimarante contou com a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Amarante (B.V.A.), que aproveitaram esta ação para também eles testarem os seus operacionais. A acompanhar este exercício, que foi coordenado pelo Comandante e Chefe da Equipa de Intervenção Permanente dos B.V.A., Rui Ribeiro, estiveram presentes elementos da Proteção civil de Amarante e o presidente da Cooperativa, Carlos Pereira.
 
“Pese embora a obrigatoriedade legal, estas ações revestem-se de um caráter fundamental pelo simples facto de nos permitirem verificar e testar a operacionalidade dos recursos e meios, analisar e avaliar eventuais situações que poderemos sempre melhorar e essencialmente sensibilizar, alertar e treinar todos os envolvidos para eventuais situações reais. Podemos, pois, concluir que o balanço deste simulacro foi, de uma forma geral, bastante positivo. Aproveitamos para agradecer, uma vez mais, todo o apoio e disponibilidade dos B.V.A., assim como da Proteção Civil concelhia”, referiu o presidente da Cercimarante.

Próximos Eventos

More Events

Facebook