Carlos Pereira reeleito presidente do Conselho de Administração da Cercimarante
Publicado por: Cercimarante Em: 16 de Janeiro de 2020

Carlos Pereira reeleito presidente do Conselho de Administração da Cercimarante

Carlos Pereira foi reeleito presidente do Conselho de Administração (CA) da Cercimarante, cargo que assumiu, ao final da tarde de hoje, 16 de janeiro, ao ser empossado pelo presidente da Assembleia Geral, Eduardo Jorge Medeiros Pinto, juntamente com os restantes órgãos sociais para o quadriénio 2020-2023.
O engenheiro civil, de 51 anos, continua a assumir, assim, os destinos da Cercimarante, depois de ter sido reconduzido, no ato eleitoral realizado no passado sábado, 11 de janeiro, onde liderava uma lista única. 
Carlos Pereira continua a acumular a função de presidente do CA com a de diretor técnico do Centro de Formação e Reabilitação Profissional (CFRP) da Cercimarante, onde está há já 22 anos.
 “Juntamente com a equipa que acaba de tomar posse, quero manter e reforçar o compromisso com a visão e a missão da Cercimarante, dignificando a sua história e os resultados que têm sido alcançados, mas, igualmente, desenvolver o potencial que esta organização sempre demonstrou, durante os seus quase 40 anos de existência”, assegura o presidente do CA empossado.
Apesar de algumas significativas melhorias a que se tem vindo a assistir, no que respeita ao desempenho económico do país, mas também dos constrangimentos a outros níveis e dimensões que ainda persistem, Carlos Pereira acredita que será possível continuar a assegurar e, seguramente, melhorar a qualidade dos serviços prestados. “Tudo graças aos investimentos e apostas efetuadas, ao longo da existência desta Cooperativa, resultantes dos diversos apoios, comunitários, do Estado Português e de outras entidades públicas e privadas, que nos têm permitido e continuarão a permitir garantir a implementação de novos projetos que certamente contribuirão para a valorização dos nossos recursos humanos e físicos, para a disponibilização de novos serviços para as pessoas com ou sem deficiência e, consequentemente, naquele que é o principal objetivo da Cercimarante, promover a melhoria da qualidade de vida dos atuais e futuros clientes”, esclarece. 
De acordo com o plano de ação do Conselho de Administração disponibilizado a todos os cooperadores e colaboradores, estão implícitas três orientações políticas fundamentais e manifestas, e que estão ligadas “à qualidade dos serviços e satisfação dos clientes, como máxima do trabalho a ser feito pela equipa dos novos órgãos sociais, assim como a inovação e melhoria contínua dos modelos de intervenção, dos serviços disponibilizados, numa lógica de identificação dos problemas e promoção de soluções, como também os desafios técnicos e financeiros identificados e definição de estratégias harmonizadas e flexíveis, que garantam que as oportunidades sejam aproveitadas e os recursos sejam usados de forma racional”.
No mesmo documento, o CA referiu considerar “imprescindível continuar a assegurar as respostas existentes para as pessoas com ou sem deficiência e incapacidade, em situação de dependência ou exclusão social, enfatizando que a Cooperativa é prestadora de serviços diversificados, a pessoas maioritariamente desfavorecidas, e com capacidade demonstrada para dar respostas contínuas às necessidades detetadas, promovendo soluções eficientes, eficazes e com qualidade”. 
Para um futuro próximo, a Cercimarante tem já preparados novos serviços, que deverão traduzir-se pela entrada em funcionamento de um Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) e um Serviço de Transporte Público Flexível (STPF).
Carlos Pereira sublinha, ainda, que irão “continuar a encetar esforços para concretizar dois objetivos antigos”, e que dizem respeito à “abertura de uma Unidade Sócio Ocupacional e de um novo Lar Residencial para pessoas com deficiência e/ou incapacidade”.
 
Órgãos sociais para o quadriénio 2020-2023
O Conselho de Administração é, assim, presidido por Carlos Pereira, e a vice-presidência está entregue a Rui Chantre. Como secretária está Carla Macedo, e como tesoureira Susana Mucha. Seguem-se os vogais João Pinto Monteiro, Eduarda Pinheiro e António Laranjeira Lima, e como vogais suplentes, Vera Silva, Augusto Almeida e Mónica Ribeiro. 
Já a Assembleia-Geral é presidida por Eduardo Jorge Medeiros Pinto, seguido de Ana Teixeira, como vice-presidente, e de Avelino Teixeira Carmo, como secretário.
O Conselho Fiscal é liderado por Miguel Varejão, ao qual se juntam os vogais Marisa Guimarães e José Alberto de Jesus. Como vogal suplente está Ana Sofia Cordeiro. 
 

Próximos Eventos

More Events

Facebook